Toco-te

Procuras-me mas não me vês, toco-te mas não me sentes.

Anúncios

Eras tu

Apenas em mim posso encontrar equilíbrio. Foste tu que me ensinaste isso, quando partiste. Eras tu o meu desequilíbrio.

Tiquetaque

Há um tiquetaque monótono por todo o quarto a quebrar o silêncio, lembrando a quem o ouve que ainda está vivo, que ainda tem tempo para gastar.

Ruído

Tudo o que temos é o silêncio da noite, o ruidoso silêncio formado por vozes, risos, gritos, suspiros, lamentos; o silencioso ruído do mundo.

O segredo

Pergunto-me: quem dissolve a sua essência no colectivo e projecta a sua dor no grupo suporta melhor a agonia da solidão? Será esse o segredo dos felizes: dissimularem-se na multidão, dissolverem-se no outro?

Tentação

Sentes a inebriação da quebra das regras, da descoberta, do desafio, da tentação. Mas o que te seduz verdadeiramente é a existência de escolhas, a possibilidade de optar. Controlas o teu destino, impões a tua vontade, determinas o teu futuro. E que bem que sabe, não é?